Assinatura Protocolo

Estas duas entidades já colaboraram pontualmente, mas a partir de agora prevê-se que essa cooperação aconteça de forma mais sistemática.

Ana Paula Amendoeira, Directora Regional de Cultura do Alentejo, afirma que a ideia é dar uma “ajuda” à Santa Casa da Misericórdia de Beja a “cuidar” do património que tem à sua guarda e que é “notável”. Ana Paula Amendoeira destaca ainda a importância que tem este tipo de parcerias tendo em vista a valorização, salvaguarda e conservação do património desta região.

João Paulo Ramôa, Provedor da Santa Casa da Misericórdia, considera que este protocolo acaba por ser o reconhecimento do cuidado que a instituição tem tido com a preservação do seu património. João Paulo Ramôa destaca ainda o “passo” que faltava ser dado para que este património possa ser entregue para usufruto da cidade, em toda a sua plenitude, um objectivo que só é possível concretizar com o apoio de outras entidades públicas.

O Provedor da Santa Casa recorda ainda que, em 2019, a instituição assinala 531 anos de existência e o significado que isso tem para a cidade.


Comente esta notícia

Galeria de fotos