Estado de Emergência

PS, PSD, CDS, Bloco de Esquerda e PAN votaram a favor, PCP, Iniciativa Liberal e Joacine Katar Moreira votaram contra, enquanto que o Partido Ecologista Os Verdes e o Chega optaram pela abstenção.

O 1º ministro António Costa, durante o debate que antecedeu a votação, afirmou que esperava que esta fosse a última vez que estivessem ali a debater um estado de emergência. Na opinião de António Costa é preciso começar a preparar o País para o regresso, em Maio, à normalidade possível. Segundo António Costa existe a intenção de reabrir as creches durante o próximo mês, assim como, as aulas presenciais no 11.º e 12.º anos.

O 1º ministro considera que, se as próximas semanas correrem bem no combate à Covid-19, a economia também deve iniciar a sua reabertura gradual, com medidas de segurança, por isso, afirmou que "os próximos 15 dias são fundamentais para que em Maio, de modo progressivo e seguro, possamos retomar condições de maior normalidade com a certeza que a pandemia se mantém controlada."

Para António Costa é preciso criar condições de confiança para que os portugueses possam sair de casa, nomeadamente, "tornar abundante nas próximas duas semanas meios de protecção individuais" .


Comente esta notícia