alvito praça

No documento enviado à nossa redacção é feito um balanço de 2019 e este é considerado um dos factos marcantes do ano que terminou.
O PSD defende a aposta na Escola Profissional mas afirma que “não pode concordar com a forma como este executivo organizou um projecto que vai ficar bastante caro aos cofres da autarquia e aos contribuintes”.

António Freire, da Concelhia de Alvito do PSD, afirma que há três questões fundamentais que têm que ser esclarecidas.

Ainda segundo António Freire, há também questões relacionadas com a construção de uma creche/infantário em Vila Nova da Baronia, através de financiamentos públicos e sobre a responsabilidade da Santa Casa da Misericórdia de Alvito, que deixam alguma “desconfiança”.

No balanço de 2019 o PSD de Alvito classifica ainda de “vergonhosa” a forma como decorreu a Feira dos Santos, referindo-se à queda de uma estrutura e exige ao executivo municipal um pedido de desculpa aos munícipes e a divulgação pública do relatório técnico sobre os incidentes registados porque considera que a “culpa não pode morrer solteira”.

O PSD de Alvito considera que, no concelho, há um “caminho sem norte, um executivo liderado por um presidente que acumula todos os pelouros municipais, que nem aos seus vereadores confia competências, um presidente centralizador, com medo de tudo e de todos”.

No que respeita ao balanço da actividade politica interna do PSD de Alvito durante o ano de 2019, é afirmado que “foi um ano de crescimento e forte intervenção politica tanto dentro do concelho como no âmbito nacional”.


Comente esta notícia