bombeiros incêndios

 A autarquia recorda que “a necessidade de mudança para uma atitude defensiva da floresta contra os incêndios veio agitar consciências e promover alterações, de forma a permitir uma maior eficiência da prevenção, da vigilância, da detecção e da fiscalização do espaço florestal”. E que para tal “é pertinente garantir a correcta articulação de esforços entre todos os intervenientes nos meios de combate aos incêndios”. Por isso, o “reforço da organização da defesa da floresta fica a cargo de autarquias, comissões municipais de defesa da floresta, gabinetes técnicos florestais, serviços municipais de protecção civil, proprietários e produtores florestais”.

Ainda segundo o município o principal objectivo do Plano de Acção é a apresentação de propostas que visam estruturar o modelo florestal do concelho de Alvito com vista à redução da eclosão de incêndios florestais, protecção das actividades humanas, valorização da floresta e ordenamento florestal.

As sugestões, bem como a apresentação de informações ou observações, devem ser apresentadas por escrito e enviadas para o endereço electrónico  geral@cm-alvito.pt, com a identificação completa do seu autor e respectivo contacto.



Comente esta notícia