António Zambujo

Este prémio, que existe desde 1988, premeia "um álbum inédito, editado no ano anterior ao da edição do Prémio, cujo tema tenha como referência a cultura e a história portuguesas" e atribui ao vencedor um prémio de cinco mil euros.

Em 2019, o vencedor foi o álbum “Do Avesso”, de António Zambujo, porque “cada canção de Zambujo conta uma história e cada álbum é, em si, uma história, na linha de José Afonso, para quem a música estava intrinsecamente ligada quer à sua vida interior quer às circunstâncias do mundo em que viveu".

Também de Beja, os Virgem Suta viram o seu concerto, na edição deste ano do Festival Músicas do Mundo (FMM) em Sines, nomeado na categoria “Best Live Performance” dos Iberian Festival Awards 2020. Uma distinção que “sublinha as prestações ao vivo da banda de Nuno Figueiredo e Jorge Benvinda, habitualmente elogiadas pelo público, pela crítica e pelos profissionais da área”. A entrega dos prémios é feita no dia 14 de março de 2020, na FIL, em Lisboa. Em Janeiro de 2020 são anunciados os finalistas (top 10) de cada uma das categorias.


Comente esta notícia