Agricultura

Foram aprovados o Aproveitamento Hidroagrícola de Mortágua (Bloco da Macieira), no concelho de Mortágua, o Aproveitamento Hidroagrícola da Gardunha Sul (Bloco da Marateca), no concelho de Castelo Branco, o Aproveitamento Hidroagrícola do Vale da Vilariça (Ampliação do Bloco Norte), no concelho de Alfândega da Fé, e o Circuito Hidráulico de Reguengos de Monsaraz e respetivo bloco de rega (fase 1), que integrará o perímetro de Alqueva.

Ao todo, serão beneficiados cerca de 13.000 hectares aos quais está associado um valor de apoio ao investimento superior a 50 milhões de euros. Estes regadios fazem parte de um programa que visa a valorização dos territórios e da atividade agrícola.

Para a ministra da Agricultura “o regadio é absolutamente fundamental pois para além de ser um fator de resiliência face às alterações climáticas contribui para a valorização dos territórios e da atividade agrícola, tornando-a mais produtiva e mais competitiva”.


Comente esta notícia