Fardos de palha

Em resposta ao apelo da ACOS, os seus associados prontificaram-se a disponibilizar não só bens alimentares para os animais, como pessoal para o carregamento e transporte até ao destino.

Claudino Matos, diretor-geral da ACOS, explica que a Raça Ovina da Serra da Estrela é um dos patrimónios com perdas inestimáveis, das quais se contabilizam 3000 ovelhas mortas pelos incêndios, pondo em causa a produção do Queijo Serra da Estrela. Acrescenta que a gestão desta raça e do seu livro genealógico está a cargo da ANCOSE - Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Serra da Estrela, com quem a Associação partilha, desde a sua génese, objetivos similares, frisando que as necessidades de alimentos para o gado são inúmeras, para quem ficou sem nada.

A ACOS informa também, que já seguiram dois camiões carregados de palha, oferecida pelos seus associados, num processo tratado com a participação da Delegação de Beja da Cruz Vermelha Portuguesa e que espera poderem sair, até ao final desta semana, mais um ou dois. As declarações são, igualmente, de Claudino Matos.


Comente esta notícia