debate

O estado da saúde reflete não só a capacidade de resposta e qualidade do setor, assim como o progresso que se verifica na sociedade em termos económicos e sociais e é sobre estes, e outros indicadores, que o fórum sobre saúde da Voz da Planície centra atenções, no sentido de identificar e compreender as necessidades da região, traçando os caminhos a seguir para resolver as questões mais prementes.

O fórum/debate da Voz da Planície conta com um vasto painel de convidados. Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos marca presença, acompanhado por médicos da ULSBA, entre eles a médica psiquiatra Ana Matos Pires, em representação dos seus pares e enfermeiros para melhor se identificarem carências e medidas a implementar, no sentido de serem resolvidas as necessidades sentidas.

José Robalo, o presidente do Conselho Diretivo da Administração Regional de Saúde do Alentejo (ARSA) e a presidente do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) apresentarão, no caso da ARSA, a contextualização das respostas existentes na região e no caso da ULSBA, o ponto de situação sobre o que se passa nesta unidade de saúde.

Aos deputados eleitos por Beja cabe revelar o que têm feito, na Assembleia da República, para ajudar a região nas matérias da saúde e o contributo que podem continuar a dar.

Quanto aos autarcas, Jorge Rosa, presidente do Conselho Diretivo da CIMBAL, Paulo Arsénio, presidente da Câmara de Beja e Tomé Pires, presidente da Câmara de Serpa caberá o papel de identificarem o que necessita a região, na matéria da saúde e que contributos podem dar, no sentido de ajudarem na fixação de especialistas no território.

O fórum/debate sobre “O Estado da Saúde na Região” realiza-se hoje, a partir das 17.30 horas, na Cafetaria do Pax Julia – Teatro Municipal de Beja. E porque a saúde é um fator fundamental para o desenvolvimento dos territórios este vai ser um debate aberto ao público, onde todos podem participar e com transmissão em direto nos 104.5 da nossa estação e na nossa emissão online.


Comente esta notícia