OP Castro Verde

Ao final do dia 15 de outubro, último dia destinado à votação, a Plataforma do OP Castro Verde registava um total de 450 participantes inscritos e 362 votos, distribuídos por 18 propostas em áreas como ambiente, educação, urbanismo, higiene urbana, cultura e desporto.

De acordo com a autarquia, “esta primeira edição fica marcada pela forte adesão da população de todo o concelho, tanto ao nível da apresentação de propostas (34 apresentadas), como ao nível da votação (256 Votos online / 106 votos nas Assembleias)”.

Nesse sentido, a Câmara Municipal de Castro Verde faz um balanço muito positivo deste que é o seu primeiro Orçamento Participativo.

“Os números apresentados revelam cidadãos ativos e empenhados na vida do seu concelho e fazem deste um projeto vencedor que fomentou a participação direta dos munícipes na formulação de propostas que vão ao encontro do bem-estar coletivo e de uma cidadania mais ativa”, frisa o comunicado do município castrense.

O Orçamento Participativo de Castro Verde disponibilizou um total de 40 mil euros para ações a incluir no Orçamento Municipal para 2020 e teve início em junho do corrente ano com a apresentação do projeto à população e a realização de Assembleias Participativas em todas as sedes de freguesia, tendo em vista a submissão de propostas (julho e agosto) seguindo-se, nos meses de setembro e outubro, a validação das propostas pela Comissão Técnica de Análise, campanha eleitoral e período destinado à votação.


Comente esta notícia