ARQUIVO


RTS: Trabalhadores de Beja e Montemor-o-Novo entregaram documento na Segurança Social...


Trabalhadores da empresa RTS de Beja e Montemor-o-Novo entregaram um documento na Segurança Social da capital de Distrito, a pedir um encontro futuro com a sua directora, para lhe transmitirem que continuam sem receber o dinheiro a que têm direito, por parte da empresa, que a mesma não deve passar impune e que os impostos dos contribuintes não deve servir para pagar o que outros devem.

As declarações foram prestadas à Voz da Planície por Pedro Jorge, do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Cerâmica, Cimento e Similares do Sul e Regiões Autónomas, à porta da Segurança Social da capital de Distrito, tendo o mesmo frisado que esta é uma posição em defesa dos postos de trabalho e contra o despedimento colectivo a que foram sujeitos os funcionários da RTS de Beja e Montemor-o-novo.

Pedro Jorge referiu ainda, que aquele documento entregue à Segurança Social de Beja é para exigir, apenas, aquilo a que os trabalhadores consideram ter direito.

Pedro Jorge avançou, igualmente à nossa estação, que vai ser entregue um documento na Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), a pedir que esta entidade acompanhe a situação, nomeadamente o processo de insolvência a que a empresa RTS está a ser sujeita.

Ana Elias de Freitas

27/02/2013 - 16:50