ARQUIVO


Fora de casa: Beja é o destino que propomos…


Nesta terça-feira sugerimos cinema, um ciclo de curtas-metragens para apreciar em Beja, dedicado à temática “Famílias”.

As sessões começam às 21.30 horas, no auditório do Pax Julia – Teatro Municipal e a primeira tem o nome de “Desnudando a Minha Mãe”, de Ken Wardrop. Um filme irlandês, de 2004/5, que revela o envelhecimento de uma mulher, notas sobre a sua vida, emoções e a sua relação com o próprio corpo.

A segunda chama-se: “Alice e Eu”, de Micha Wald, uma curta belga, que fala da relação de Simon com a sua namorada Alice e a forma como a sua velha tia e duas amigas interferem nesta relação.

A terceira curta-metragem é de Margarida Leitão e tem o nome de “A Ferida”. O filme é de 2004 e retrata a dor intensa de uma mulher que se recusa a enfrentar a morte do filho.

O ciclo prossegue com outra curta da realizadora Margarida Leitão. “Parte de mim”, de 2005, que conta a história de uma mulher grávida pela primeira vez e que vive a solidão de um segredo.

A noite termina com “Zoo”, também de Margarida Leitão e de 2011. Um filme sobre uma miúda de 6 anos que assiste em silêncio a uma ruptura familiar, assim como com uma conversa com a realizadora.

Ana Elias de Freitas


04/12/2012 - 07:00