ARQUIVO


DRA do PCP: "Governo condena conservatórios de música à insolvência financeira"


A Direcção Regional do Alentejo (DRA) do Partido Comunista Português (PCP) diz, em comunicado, que o “Governo PSD/CDS despreza a cultura e a educação e condena os conservatórios de música regionais do Alentejo à insolvência financeira”.

“Os conservatórios regionais de música de Portalegre, Beja, Évora, Reguengos de Monsaraz e Sines estão a atravessar gravíssimas dificuldades que resultam de um estrangulamento financeiro que poderá levar à extinção a curto prazo destas instituições”, diz a Direcção Regional do Alentejo (DRA) do Partido Comunista Português (PCP), em comunicado.

Naquele documento é referido ainda, que “o actual Governo PSD/CDS, na continuidade da política do anterior, está a levar a cabo uma progressiva desresponsabilização no que diz respeito ao financiamento dos conservatórios regionais, desresponsabilização que tem no seu cerne a fórmula de financiamento dessas mesmas instituições, isto é, alteraram-se as regras existentes anteriormente empurrando os conservatórios para um cenário de dependência financeira por via do Programa Operacional do Potencial Humano (POPH) e que cria, agora no dia-a-dia das instituições, um outro problema de incerteza face ao futuro uma vez que este mesmo programa termina em 2013”. As declarações são de João Pauzinho, da DRA do PCP:

João Pauzinho refere, igualmente, que “o PCP, alicerçado em iniciativas legislativas já realizadas como a formulação de uma pergunta dirigida ao governo e visitas de deputados às instituições em causa, reafirma a sua total solidariedade para com os Professores, Alunos e Encarregados de Educação destes conservatórios do Alentejo, e que tudo fará o que estiver ao seu alcance, dentro da Assembleia da República e fora dela, para que esta situação seja ultrapassada”.

O comunicado da DRA termina exortando todos os envolvidos e a população em geral “a defenderem os seus direitos e a fazerem ouvir a sua voz sua voz, designadamente participando na manifestação nacional deste sábado, convocada pela CGTP”.

 

Ana Elias de Freitas

10/02/2012 - 07:00