ARQUIVO


Câmara de Beja: Executivo PS faz balanço de primeiro ano mandato


A maioria socialista da Câmara de Beja fez o balanço do primeiro de ano de mandato, onde, segundo Pulido Valente, “a estratégia foi fazer as fundações dos seis pilares da Beja Capital”, no programa feito para dois mandatos. Vivaci Beja só avançará em finais de 2011.

“Para o bem e para o mal, um Executivo não parte do zero”, foi uma das frases como Jorge Pulido Valente descreveu o primeiro ano de mandato da maioria socialista na Câmara de Beja. O autarca justificou que a estratégia “foi para fazer as fundações dos seis pilares do Beja Capital”, acrescentando que o programa “foi feito para dois mandatos”.

O balanço do Executivo da edilidade liderada pelo Partido Socialista, foi feito com base no programa apresentado ao eleitorado, com base nos seis pilares da estratégia de desenvolvimento: Aeronáutico, Nova ruralidade, Capital de serviços, Qualidade de vida, Capital de saberes e Capital jovem.

O presidente da Câmara de Beja, abordou a questão das finanças da autarquia justificando que esta tem que “funcionar com um orçamento realista, sendo um exercício complexo e nada popular e agradável”.

No que se refere a melhoria da qualidade de vida, Pulido Valente falou sobre a requalificação urbana, nomeadamente, nas obras do Jardim Público, que inicialmente “passavam por uma reabilitação que custavam entre 20 a 23 mil euros e que a reformulação do projecto implica um custo de 200 mil euros”.

Quanto ao projecto do Estádio Flávio Santos, agora denominado Parque Urbano, o edil justificou que o “estudo prévio está concluído”, vai ser constituído um fórum “para que os “munícipes participem”, indo ainda este mês serem apresentadas “as bases de discussão pública”, com um prazo temporal de construção entre 2010 e 2017.

Incluído no eixo Beja-Capital de Serviços, foi revelado que decorrem negociações entre a Câmara Municipal de Beja, a Agência de Modernização Administrativa e o Banco de Portugal, no sentido de naquelas instalações vir a ser instalada a “Loja do Cidadão”.


Vivaci Beja

Ontem ao final da tarde realizou-se uma reunião entre o Executivo da Câmara de Beja e a administração do Grupo FDO, e à Voz da Planície, Jorge Pulido Valente, revelou que o investimento será feito a partir do final de 2011.


Teixeira Correia

03/11/2010 - 07:00